benefícios, INSS

Veja como calcular e dar entrada na aposentadoria por idade em 2022

Camila Freitas em 2 de junho de 2022 às 17:45 Veja como calcular e dar entrada na aposentadoria por idade em 2022

Após a reforma da previdência várias mudanças aconteceram na aposentadoria por idade e ainda geram bastante dúvidas nos segurados do INSS.

A importância de estar atento a essas modificações é fundamental, por esta ser a possibilidade de aposentadoria da maioria dos contribuintes.

Por isso, é muito válido estar ciente das regras para a aposentadoria por idade, pois pode ser sua chance de ter acesso ao benefício do INSS.

Sabendo de todas as informações necessárias, você garante mais segurança no seu processo de aposentadoria.

Neste artigo vamos falar dos principais pontos a respeito da aposentadoria por idade para acabar de vez com as suas dúvidas sobre o assunto. Confira!

O que é aposentadoria por idade?

Aposentadoria por idade é um benefício concedido pelo INSS aos trabalhadores que chegaram a determinada faixa etária pré-estabelecida por lei.

Se você começou a trabalhar de carteira assinada antes da Reforma da Previdência, instituída pelo Governo Bolsonaro em 2019, os requisitos são:

  • Aposentadoria para homem – 65 anos;
  • Aposentadoria para mulher – 60 anos.

Veja também: O que é e como emitir a carteira do idoso?

No entanto, para as pessoas que ingressaram no mercado de trabalho e realizaram suas primeiras contribuições após a Reforma, em 13/11/2019, os requisitos passam a ser:

Aposentadoria para homem – 65 anos;

Aposentadoria para mulher – 62 anos.

Economize no seu consignado e tenha
mais dinheiro na hora que precisar
Cadastrar agora
Economize no seu consignado e tenha
mais dinheiro na hora que precisar
Cadastrar agora

Como funciona a aposentadoria por idade?

A aposentadoria por idade é uma das mais simples modalidades de aposentadoria ofertadas pelo INSS.

Ela funciona da seguinte forma: todo cidadão que alcançou a idade mínima e cumpriu a carência do INSS que é exigida por lei, pode se aposentar.

Veja mais: Como dar entrada na aposentadoria pela internet em 2022

Caso o solicitante já tenha alcançado a idade mínima, mas não tenha realizado todos os pagamentos necessários, ele deverá pagar os valores restantes para dar entrada no seguro.

Qual a idade mínima de contribuição eu preciso ter?

Para dar entrada no pedido de aposentadoria, o cidadão precisa cumprir a carência do INSS.

O contribuinte homem deverá ter realizado, ao menos, 20 anos de contribuição.

Leia mais: O que você precisa saber para pedir a aposentadoria no INSS

Enquanto a mulher contribuinte deverá ter pago, pelo menos, por 15 anos.

Ou seja, a carência exigida é de 240 meses para os homens e 180 meses para as mulheres.

Qual a diferença da aposentadoria por idade e contribuição?

Como o próprio nome diz, a aposentadoria por idade tem relação direta com a idade do contribuinte.

Quando o futuro aposentado chega na faixa etária determinada, ele ganha o direito da aposentadoria.

Já a aposentadoria por tempo de contribuição diz respeito ao período de contribuição com a previdência que o trabalhador possui, independente da idade dele.

Mas com a Reforma da Previdência as coisas mudaram bastante. A aposentadoria por tempo de contribuição foi extinta!

Apenas quem já tinha direito adquirido na época que a reforma entrou em vigência é que poderia se aposentar por tempo de contribuição.

A outra exceção são as pessoas que entram em uma das regras de transição, feitas para aqueles que estavam próximos de se aposentar no momento que a reforma foi aprovada.

Está sem margem e precisa de dinheiro? Faça já portabilidade do seu consignado
Simular Portabilidade
Está sem margem e precisa de dinheiro? Faça já portabilidade do seu consignado
Simular Portabilidade

Quem tem direito à aposentadoria por idade?

A aposentadoria por idade está disponível para pessoas que que seguem alguns critérios.

Antes é preciso dizer que existe diferença entre aposentadoria para segurados urbanos e rurais.

Para os trabalhadores rurais, pescadores artesanais, extrativistas (seringueiros) e indígenas, deve ser diminuído 5 anos na hora de pedir a aposentadoria.

Saiba mais: Entenda qual a melhor idade para se aposentar

Portanto, eles têm direito a idade reduzida para 60 anos, no caso dos homens, e 55 anos, para as mulheres.

Vamos saber como era a aposentadoria por idade antes da reforma? Confira!

Como era a aposentadoria por idade antes da Reforma?

Antes da reforma da previdência, a aposentadoria por idade era concedida para os homens com 65 anos ou mais e para as mulheres com 60 anos ou mais.

Para ambos os casos, era preciso comprovar que o contribuinte pagou ao INSS por, pelo menos, 15 anos.

Para chegar ao valor da aposentadoria, era feita uma média de todos os valores que foram contribuídos.

Sendo que o seguro era formado em 70% dessa média salarial, mais 1% por ano adicional de contribuição.

Aposentadoria por idade na regra de transição

Após a Reforma da Previdência de 2019, a aposentadoria por idade passou por algumas mudanças.

A principal delas foi na idade mínima exigida para dar entrada no seguro e, como muitas pessoas já estavam no mercado de trabalho, foi necessária a criação das regras de transição.

Entenda mais: INSS libera nova idade mínima para aposentadoria em 2022

Para as pessoas que já haviam preenchido todos os requisitos, idade e tempo de contribuição mínimos, existe o direito adquirido que garante a concessão do seguro de acordo com a regra antiga.

As regras de transição se dividem em 10, são elas:

  • Regra dos Pontos;
  • Regra da Idade Progressiva;
  • Pedágio 50%;
  • Para quem tem pouco tempo de contribuição;
  • Pedágio 100%;
  • Aposentadoria Especial;
  • Servidores públicos;
  • Professores;
  • Policiais federais, rodoviários e agentes penitenciários;
  • Parlamentares.

Como ficou a aposentadoria por idade após a Reforma?

Após a reforma, a principal diferença é que para se aposentar com essa modalidade, é necessário cumprir os requisitos, a mudança da idade mínima para mulheres e tempo de contribuição para homens.

Veja a tabela abaixo para entender melhor:

Tabela 1
Contribuinte Antes da reforma Depois da reforma
Homem 65 anos + 15 anos 65 anos + 20 anos
Mulher 60 anos + 15 anos 62 anos + 15 anos

Qual o valor da aposentadoria por idade?

O valor da aposentadoria para segurados que seguiram a regra de transição e também entraram na regra definitiva é o seguinte cálculo:

60% da média salarial + 2% por ano acima do tempo mínimo de contribuição.

Veja a tabela abaixo para verificar a diferença entre o que era antes da reforma e agora.

Tabela 1
Cálculo do benefício Antes da reforma Depois da reforma
Salário de benefício 70% 60%
Adicional para cada ano 1% acima de 15 anos (Homens ou Mulheres) 2% acima de 20 anos (H)
2% acima de 15 anos (M)

Como calcular a aposentadoria por idade

Antes da reforma, o cálculo da aposentadoria por idade era feito levando em consideração o número de contribuições e quanto seria usado para a apuração média, de 80% a 100%.

Além disso, eram averiguados vários índices para determinar o valor do benefício, como está previsto no art. 50 da Lei 8.213/1991 e também no art. 7 da Lei 9.876/99.

Cálculo da aposentadoria por idade antes da reforma

Antes da reforma o cálculo era um pouco diferente, já que a média salarial era de 70% e era acrescido 1% a cada ano acima do tempo de contribuição mínimo.

Cálculo da aposentadoria após reforma

As duas primeiras coisas que precisamos entender para saber como é calculado o valor do benefício são essas:

  1. Será feita a média de todos os seus salários (diferente de antes, que descartava alguns);
  2. Quando a média for feita, você terá direito a 60% desse valor + 2% para cada ano de contribuição acima dos 20 anos para homens e dos 15 anos para mulheres.

Agora vamos a um exemplo, para ficar mais fácil de entender.

Se Mário começou a contribuir com a Previdência após a reforma e a média dos seus salários depois de 35 anos de contribuição é R$ 2.000,00, o cálculo será:

  • 60% de 2.000 + 2% de 2.000 x 15 (anos acima dos 20 anos de contribuição)
  • Logo o cálculo fica: 60% + 30% de 2.000 = 90% de 2.000
  • O valor do benefício de Mário será de R$ 1.800,00

O valor do benefício pode aumentar?

Por enquanto, sim, é possível fazer uma manobra que pode aumentar o valor do benefício.

Mas o governo está estudando uma maneira de acabar com essa possibilidade.

A manobra é basicamente fazer uma contribuição a mais sobre o teto do INSS, essa contribuição entrará na média das contribuições.

Veja também: O que é a revisão da vida toda do INSS?

Com ela, os advogados conseguem aumentar um benefício estipulado em um salário mínimo para mais R$ 3.800,00.

No entanto, ciente disso, o Governo Federal busca alternativas para criar um critério para evitar a elevação do valor recebido pelo aposentado.

Vale dizer que essa possibilidade se deu apenas após a Reforma da Previdência, por isso ainda é possível fazê-la.

Como funciona a aposentadoria por idade rural e híbrida?

Para os trabalhadores rurais, indígenas, extrativistas (seringueiros) e pescadores artesanais, a aposentadoria por idade é um pouco diferente.

Este grupo tem direito a 5 anos de redução na idade mínima na hora de dar entrada no pedido de aposentadoria.

Portanto, homens podem solicitar o seguro aos 60 anos e as mulheres, aos 55 anos de idade.

Entenda mais: 4 principais dúvidas dos trabalhadores para se aposentar

Quando falamos na aposentadoria por idade híbrida, estamos falando da soma de períodos trabalhados tanto na zona rural quanto na urbana.

Mas, no caso da aposentadoria híbrida, o segurado não poderá usufruir da redução de 5 anos na idade mínima.

Portanto, nesses casos, vale a idade determinada para o trabalhador urbano: 65 anos para homens e 62 anos para mulheres.

Como funciona a aposentadoria por idade para pessoa com deficiência?

A aposentadoria por deficiência é o benefício concedido às pessoas que exercem atividades laborais na condição de pessoa com deficiência por, ao menos, 180 meses.

Esse tipo de benefício foi criado com o intuito de proteger as pessoas com deficiência, visto que elas enfrentam grandes dificuldades de inserção no mercado de trabalho.

O benefício é concedido às pessoas que exerceram suas atividades dentro da condição de pessoa com deficiência.

Na aposentadoria da pessoa com deficiência por idade, a partir da média, você receberá 70% + 1% para cada ano trabalhado.

No caso da aposentadoria da pessoa com deficiência por tempo de contribuição, você receberá 100% da média.

A aposentadoria da pessoa com deficiência por idade, exige que:

  • Mulheres tenham 55 anos de idade;
  • Homens tenham 60 anos de idade;
  • 180 meses de contribuição sejam cumpridos;
  • 180 meses de existência da deficiência seja comprovada.

Documentos para dar entrada na aposentadoria por idade

Para dar entrada na aposentadoria por idade, é preciso apresentar os documentos comprobatórios que o segurado possui direito à aposentadoria.

Dentre esses documentos, podemos citar:

Mesmo após a Reforma da Previdência, esses documentos se mantêm os mesmos para solicitação de aposentadoria por idade.

Vale lembrar que em caso de segurados especiais, é preciso apresentar comprovação que ateste a sua condição.

Passo a passo para solicitar a aposentadoria por idade pelo Meu INSS

Devido à pandemia, o INSS optou por realizar a maioria dos procedimentos e atendimentos de maneira virtual.

Porém, alguns serviços presenciais já estão voltando. Caso queira agendar um atendimento presencial ou tirar alguma dúvida, entre em contato com o INSS através do telefone 135.

Mas, caso não queira esse atendimento, nem ir à uma agência, você pode dar entrada na aposentadoria, através do site ou aplicativo Meu INSS.

O site e o aplicativo tem a mesma função, a diferença é que o aplicativo deverá ser acessado pelo celular e o site, você pode acessar tanto pelo celular quanto pelo computador. Confira o passo a passo:

Faça login no Meu INSS

O primeiro passo é realizar o login, caso ainda não tenha, é preciso fazer o cadastro pela plataforma Gov.br.

Insira seu CPF e a senha cadastrada, após esta ação você fará a verificação e em seguida será encaminhado para o ambiente virtual Meu INSS.

Procure a opção “Pedir Aposentadoria”

Após o acesso ao ambiente virtual, na tela inicial, você deverá procurar uma caixinha com a opção “Pedir Aposentadoria”. Ao encontrar, clique na caixinha.

Escolha o tipo de benefício

Logo após entrar, você deverá escolher o tipo de benefício que deseja pedir.

Mas antes, você poderá simular a aposentadoria e o tempo de contribuição para saber o valor que receberá de benefício.

Veja também: Como simular aposentadoria no Meu INSS

O instituto simula a aposentadoria tanto por idade quanto por tempo de contribuição e inclui as regras de transição para informar sobre sua possível aposentadoria.

Inclua documentos obrigatórios

Depois de escolher o tipo de benefício que deseja solicitar a aposentadoria, chegou o momento de incluir a documentação comprobatória de acordo com a aposentadoria solicitada.

Caso tenha dificuldades em anexar os documentos, solicite ajuda de algum parente. E fique atento, nem todo documento precisa estar em PDF, pode ser enviado como foto.

Quais são os períodos de carência?

O prazo oficial é de 45 dias para que o benefício seja avaliado e tenha uma resposta do INSS, mas, já foi observado que está demorando mais que o prazo estimado.

Em 2020, por exemplo, a média era de 60 a 90 dias.

Veja mais: Benefícios terão concessão automática após 45 dias de solicitação

Devido a essa demora, o Ministério Público solicitou que o INSS revisasse os prazos e os ampliasse.

Atualmente, cada benefício tem um prazo diferente, confira:

Atenção: Mesmo com esse prazo, o INSS paga os valores atrasados em caso de concessão da aposentadoria.

O que fazer se a aposentadoria for indeferida?

O indeferimento da aposentadoria ocorre após o envio dos vários documentos necessários para a solicitação do benefício.

Entre os principais motivos para o INSS negar o benefício, estão:

  • Falta de tempo de contribuição;
  • Inconsistência de dados;
  • Rasura da documentação;
  • Falta de recolhimento de contribuição por parte da empresa.

A primeira coisa que o segurado pode fazer em caso de indeferimento é solicitar uma revisão por meio de recurso administrativo na mesma Agência em que foi feita a solicitação.

Leia mais: Evite o golpe da revisão do benefício do INSS

Você pode fazer o agendamento online por meio de aplicativo ou site.

É possível também recorrer à Justiça Federal, no entanto vale antes verificar o motivo pelo qual seu benefício foi indeferido e certificar-se de que cumpre os requisitos.

Quem nunca contribuiu consegue se aposentar por idade?

Agora se você nunca contribuiu com o INSS ou tem pouquíssimo tempo de contribuição, ainda há uma saída para se aposentar por idade.

Não é bem uma aposentadoria, mas uma assistência do Governo para as pessoas que se enquadram nessa situação.

Esse benefício é chamado de Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas). E para ter direito a ele você tem que seguir os requisitos:

  • Ter idade igual ou maior de 65 anos;
  • Ser pessoa com deficiência que não têm condições de se sustentar financeiramente sozinha.

Além da opção de ser idoso com mais de 65 anos ou pessoa com deficiência, os segurados especiais também podem solicitar aposentadoria por idade sem ter contribuído.

Saiba mais: Como transformar o BPC em aposentadoria

São considerados segurados especiais os trabalhadores que exercem as atividades rurais, pescadores artesanais, indígenas, entre outros que cumprem os requisitos das leis 8.213/91 e 8.212/91.

Me aposentei por idade, posso continuar trabalhando?

E agora que você já conseguiu sua aposentadoria por idade, é possível continuar trabalhando?

A resposta é sim para esse caso específico, mas “depende” para outros.

As categorias que permitem o aposentado continuar exercendo alguma função após a aposentadoria são:

  • Aposentadoria por idade;
  • Aposentadoria por tempo de contribuição;
  • Aposentadoria da pessoa com deficiência;
  • Aposentadoria Híbrida;
  • Aposentadoria Rural.

Encaixando-se nessas categorias, o trabalhador é quem faz a opção de continuar trabalhando ou não.

Muitas vezes as pessoas escolhem continuar nas suas empresas para complementar a renda.

E então, chegamos ao final do artigo, ainda ficou com alguma dúvida a respeito da aposentadoria por idade? Deixe seu comentário e fale pra gente!

Se quiser receber nossas notícias semanais sobre INSS e muito mais no seu e-mail, inscreva- se nos campos abaixo.

Perguntas frequentes

Quem tem direito a se aposentar por idade?

Aposentadoria por idade é um benefício concedido pelo INSS aos trabalhadores que chegaram a determinada faixa etária pré-estabelecida por lei.

Quantos anos de contribuição para aposentar por idade?

Com a reforma da previdência será necessário mulheres terem 62 anos mais 15 anos de contribuição. Já os homens devem ter 65 anos mais 20 anos de contribuição.

Qual é o valor da aposentadoria por idade?

Depois da reforma, o cálculo da aposentadoria por idade será referente a 60% do benefício com adicional de 2% acima dos 20 anos para homens e acima dos 15 anos para mulheres.

Aposentadoria por idade vale a pena?

Normalmente vale a pena para quem começou a trabalhar mais tarde ou quem ficou muitos anos sem contribuir durante a vida.

Comentários

Receba conteúdo em
primeira mão toda semana!
Cadastre-se tenha as novidades no seu e-mail.
Quero receber
Receba conteúdo em
primeira mão toda semana!
Cadastre-se tenha as novidades no seu e-mail.
Quero receber

Baixe o aplicativo

Simular Agora
Pré-contratar
Simular Agora
Pré-contratar
Download
Dinheiro
na sua conta
em até 1 dia útil
só no empréstimo consignado da meutudo.
Contrate Agora
Antecipe agora até 7 parcelas anuais do seu Saque-Aniversário FGTS
Antecipar
Antecipe agora até 7 parcelas anuais do seu Saque-Aniversário FGTS
Antecipar
Destrave seu dinheiro preso no FGTS
Com a Antecipação do Saque-Aniversário
Destrave agora
Destrave seu dinheiro preso no FGTS
Com a Antecipação do Saque-Aniversário
Destrave agora
e receba dinheiro em até 1h na sua conta!
Antecipe seu saldo do FGTS na meutudo
Antecipe agora
Antecipe seu saldo do FGTS na meutudo
e receba dinheiro em até 1h na sua conta!
Antecipe agora
Troque seu consignado por taxas até 30% mais baixas
Simular Portabilidade
Troque seu consignado por taxas até 30% mais baixas
Simular Portabilidade
Troque seu consignado e receba um troco direto na conta
Simular Portabilidade
Troque seu consignado
e receba um troco direto na conta
Simular Portabilidade
Está sem margem e precisa de dinheiro? Faça já portabilidade do seu consignado
Simular Portabilidade
Está sem margem e precisa de dinheiro? Faça já portabilidade do seu consignado
Simular Portabilidade
Contrate Agora
Empréstimo consignado sem burocracia e sem sair de casa
Contrate Agora
Empréstimo consignado sem burocracia e sem sair de casa!
Contrate Agora
Quite suas dívidas com o melhor consignado do Brasil
Simular agora
Quite suas dívidas com o melhor consignado do Brasil
Simular Agora
Contrate Agora
Dinheiro na sua conta em até 1 dia útil
só no empréstimo consignado da meutudo.
Dinheiro
na sua conta
em até 1 dia útil
só no empréstimo consignado da meutudo.
Contrate Agora
Reduza agora em até 30% o valor das parcelas do seu consignado
Fazer Portabilidade
Reduza agora em até 30%
o valor das parcelas
do seu consignado
Fazer Portabilidade
Decole com as taxas de juros
mais baixas do Brasil
Simular agora
Decole com as taxas de juros mais baixas do Brasil!
Simular agora
Economize no seu consignado e tenha
mais dinheiro na hora que precisar
Cadastrar agora
Economize no seu consignado e tenha
mais dinheiro na hora que precisar
Cadastrar agora
Receba conteúdo em
primeira mão toda semana!
Cadastre-se tenha as novidades no seu e-mail.
Quero receber
Receba conteúdo em
primeira mão toda semana!
Cadastre-se tenha as novidades no seu e-mail.
Quero receber