benefícios

Desconto do INSS: quanto e como funciona na folha de pagamento?

Adailson Silva em 3 de agosto de 2022 às 15:03 Desconto do INSS: quanto e como funciona na folha de pagamento?

Calcular o desconto do INSS é uma questão muito importante para quem é contribuinte e trabalha sob o regime de CLT.

E agora com as novas alíquotas para o ano de 2022, essa missão parece ter ficado um pouco mais complicada. 

Mas calma, construímos esse artigo completo para ensinar a você como fazer esse cálculo corretamente, mesmo com as novas alíquotas. 

O que é um desconto do INSS?

O desconto do INSS é uma porcentagem em cima do salário do trabalhador que é usado como maneira de contribuir com a previdência, garantindo benefícios ao trabalhador futuramente.

Esse valor é descontado diretamente da folha de pagamento do trabalhador, antes mesmo dele receber o valor líquido de seu salário. 

Portanto, a empresa empregadora é que deve fazer essa contribuição no lugar do trabalhador celetista, deixando-o apenas ciente dos valores repassados à previdência. 

Como o INSS é descontado do salário?

Os descontos do INSS são feitos diretamente da folha de pagamento do trabalhador. Todo o cálculo é feito pela empresa, que descontará a alíquota proporcional ao salário. 

Esse tipo de desconto é feito de maneira progressiva e mensal. Vale lembrar que o valor não fica para a empresa, mas é repassado à Previdência Social.

Por que o INSS é descontado do salário?

Justamente pela empresa empregadora ter a obrigação de repassar à previdência todos os dados dos seus funcionários, é que ela já faz os descontos necessários do salário.

Esse repasse da empresa para à Previdência Social se chama acessórias, e é ele quem garante os direitos futuros do trabalhador junto ao INSS.

Uma boa maneira de acompanhar se o empregador está fazendo os repasses é tendo o aplicativo da Caixa ou acessando o site do INSS pelo gov.br. 

Os descontos podem ser interpretados como a contribuição mensal, que afetará, por exemplo, na aposentadoria por tempo de contribuição. 

Quite suas dívidas com o melhor consignado do Brasil
Simular agora
Quite suas dívidas com o melhor consignado do Brasil
Simular Agora

Quais são as novas alíquotas do INSS?

Primeiro é preciso entender que as alíquotas seguem o reajuste do salário mínimo do INSS, que por sua vez está diretamente ligado à inflação.

O reajuste para 2022 foi de 10,16%, e com isso o salário mínimo passou a ser R$ 1.212,00. Com isso, outro valor ajustado foi o do teto do INSS, que agora é de R$ 7.087,22.

Veja mais: Como acessar os serviços do Meu INSS sem erro

Mesmo com a mudança do valor do salário mínimo, as alíquotas do INSS não receberam reajuste, no entanto, agora os percentuais de desconto referem-se a novas faixas salariais. 

Veja o exemplo de como era antes do reajuste do salário e de como ficou agora: 

Como era em 2021 Como será em 2022
Até R$ 1.100,00 (salário-mínimo) – 7,5% Até R$ 1.212,00 (salário-mínimo) – 7,5%
Entre R$ 1.100,01 e R$ 2.203,48 – 9% Entre R$ 1. 212,00 e R$ 2.427,35 – 9%
Entre R$ 2.203,49 e R$ 3.305,22 – 12% Entre R$ 2.427,36 e R$ 3.641,03 – 12%
Entre R$ 3.305,23 e 6.433,57 – 14% Entre R$ 3.641,03 e R$ 7.087,22 – 14%

Note que, antes, quem recebia R$ 1.200,00, teria descontado do salário 9% para contribuição com a previdência. 

Mas com a mudança da faixa salarial, o salário que for desse valor passa a ter apenas 7,5% de desconto para contribuição do INSS, pois agora é inferior ao salário mínimo.

O que muda no desconto do INSS?

A principal mudança em relação ao desconto do INSS é que ele, desde 2020, deixou de ser um percentual fixo para ser um percentual de acordo com o salário recebido.

O cálculo mudou e agora o desconto não é mais feito diretamente sobre o valor do salário, há um cálculo um pouco mais complexo, mas que acaba descontando menos da folha do trabalhador.

Novo cálculo do desconto com valores atualizados 

É importante, antes de explicarmos esse cálculo, dizer que ele existe em duas formas: a fórmula real, que é complexa, e sua forma simplificada, que é a que vamos explicar.

Mas por que é importante dizer isso? Porque com o cálculo simplificado pode dar alguma diferença de centavos nos valores finais, mas nada que vá prejudicar você. 

Bom, o primeiro passo é entender que o cálculo do desconto, desde 2020 passou ser um cálculo progressivo. 

O valor descontado será baseado na tabela abaixo: 

Salário de Até Alíquota Parcela a deduzir do INSS
R$ 1.212,00 7,5%
R$ 1.212,01 R$ 2.427,35 9% R$ 18,18
R$ 2.427,36 R$ 3.641,03 12% R$ 91,00
R$ 3.641,04 R$ 7.087,22 14% R$ 163,82

A fórmula do cálculo é a seguinte: Salário x Alíquota% – Parcela a deduzir

Nessa fórmula o salário é quanto você ganha, alíquota o percentual descontado e a parcela a deduzir é o que representa a progressão do cálculo de acordo com as faixas salariais anteriores. 

Vamos ver um exemplo com base no cálculo simples? 

Supondo que você ganhe R$ 3.000,00 de salário o cálculo do seu desconto do INSS será o seguinte: 

3.000 x 12% – 91

360 – 91

Total do desconto: R$ 269,00

Esse é o cálculo simplificado, a fórmula será sempre a mesma e deixará o valor bem aproximado do valor real do desconto, variando apenas alguns centavos. 

Mas se você pretende fazer o cálculo de progressão para conferir, podemos exemplificar.

Cálculo progressivo do desconto:

Supondo que você ganhe R$ 3.000,00 de salário, que está dentro da faixa salarial 3, o cálculo precisa levar em consideração a seguinte fórmula: 

Faixa salarial 1 x 7,5% + (faixa salarial 2 – faixa salarial 1) x 9% + (Salário bruto – Faixa salarial 2) x 12% 

1.212 x 7,5% +  (2.427,35 – 1.212,01) x 9% + (3.000 – 2.427,36) x 12% 

90,9 + 1215,34 x 9% + 572,64 x 12%

90,9 + 68,71 + 109,38

Total do desconto: 268,99

Note que a diferença de valores desse cálculo mais complexo para a versão simplificada dele foi de apenas 1 centavo, logo é bem melhor optar pela versão mais simples. 

Cálculo do salário líquido

Agora que você já sabe qual é o desconto do seu salário, que tal ver quanto sobra, depois de todos os descontos, no fim do mês? 

Esse valor é o que chamamos de salário líquido e ele é o resultado do cálculo (Salário Bruto – Descontos). Alguns dos descontos que podem aparecer na folha são: 

  • Plano de saúde;
  • Vale-transporte;
  • Empréstimos;
  • Contribuição sindical.

Mas além desses, existem os descontos que obrigatoriamente aparecerão, é o caso do desconto do INSS e do Imposto de Renda. 

Agora vamos a um exemplo em que apenas os descontos de INSS e IR são levados em consideração. 

Se você ganha R$ 3.000,00 o cálculo será: 

Salário Bruto – Desconto do INSS – taxa de IR

Neste caso, a conta fica assim: 

3.000 – 268,99 – (3.000 x 15% – 354,80)

2.731,01 – 95,20

Total do salário líquido: 2.635,81

Contrate Agora
Empréstimo consignado sem burocracia e sem sair de casa
Contrate Agora
Empréstimo consignado sem burocracia e sem sair de casa!
Contrate Agora

Quem não será afetado pelas novas alíquotas de contribuição?

Como já dissemos, esses novos cálculos têm ajudado a vida do trabalhador, pois o desconto com base na progressão é menor do que a forma como era feito antes.

No entanto, somente uma faixa salarial não terá redução no desconto, que é o trabalhador que ganha o teto do salário

Por conta dos novos valores após o reajuste salarial, o desconto real será um pouco maior do que nos anos anteriores, mas claro, sempre com o cálculo de progressão. 

Confira o histórico de desconto do INSS desde 2015

Separamos agora um histórico das alíquotas do INSS desde 2015 até o ano de 2021 para que você veja as mudanças nos descontos e nos valores das faixas salariais. Confira!

Tabela 1
INSS a partir de 01/2015
Salário de contribuição Alíquota
até R$ 1.399,12 8%
R$ 1.399,13 até R$ 2.331,88 9%
R$ 2.331,89 até R$ 4.663,75 11%
INSS a partir de 01/2016
Salário de contribuição Alíquota
até R$ 1.556,94 8%
R$ 1.556,95 até R$ 2.594,92 9%
R$ 2.594,93 até R$ 5.189,82 11%
INSS a partir de 01/2017
Salário de contribuição Alíquota
até R$ 1.659,38 8%
R$ 1.659,39 até R$ 2.765,66 9%
R$ 2.765,67 até R$ 5.531,31 11%
INSS a partir de 01/2018
Salário de contribuição Alíquota
até R$ 1.693,72 8%
R$ 1.693,73 até R$ 2.822,90 9%
R$ 2.822,91 até R$ 5.645,80 11%
INSS a partir de 01/2019
Salário de contribuição Alíquota
até R$ 1.751,81 8%
R$ 1.751,82 até R$ 2.919,72 9%
R$ 2.919,73 até R$ 5.839,45 11%
INSS a partir de 01/2020
Salário de contribuição Alíquota
até R$ 1.830,29 8%
R$ 1.830,30 até R$ 3.050,52 9%
R$ 3.050,53 até R$ 6.101,06 11%
INSS a partir de 03/2020
Salário de contribuição Alíquota
até R$ 1.045,00 7,5%
R$ 1.045,01 até R$ 2.089,60 9%
R$ 2.089,61 até R$ 3.134,40 12%
R$ 3.134,41 até R$ 6.101,06 14%
INSS a partir de 01/2021
Salário de contribuição Alíquota
até R$ 1.100,00 7,5%
R$ 1.100,01 até R$ 2.203,48 9%
R$ 2.203,49 até R$ 3.305,22 12%
R$ 3.305,23 até R$ 6.433,57 14%

Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e acompanhe a meutudo nas redes sociais para ver muito mais conteúdo sobre INSS e vida financeira.

Perguntas frequentes

Qual o percentual de desconto do INSS?

O percentual de desconto varia de acordo com a faixa salarial, tendo como base o mínimo de 7,5% e o máximo de 14%.

Como calcular o desconto do INSS sobre o salário?

A fórmula deve ser “Salário x Alíquota % – o valor de dedução da parcela”. Com essa fórmula você chega ao valor do desconto.

Quanto descontar do INSS 2022?

Os valores que serão descontados dependem do salário do trabalhador. A partir daí é feito um cálculo de progressão para chegar ao valor correto.

Qual o valor de desconto do INSS e do FGTS?

Primeiro é importante lembrar que o FGTS não é descontado do salário do trabalhador e sim é um valor adicionado a uma conta. É um direito! E o desconto do INSS pode variar de acordo com o percentual e da faixa salarial. 

Comentários

Receba conteúdo em
primeira mão toda semana!
Cadastre-se tenha as novidades no seu e-mail.
Quero receber
Receba conteúdo em
primeira mão toda semana!
Cadastre-se tenha as novidades no seu e-mail.
Quero receber

Baixe o aplicativo

Simular Agora
Pré-contratar
Simular Agora
Pré-contratar
Download
Dinheiro
na sua conta
em até 1 dia útil
só no empréstimo consignado da meutudo.
Contrate Agora
Antecipe agora até 7 parcelas anuais do seu Saque-Aniversário FGTS
Antecipar
Antecipe agora até 7 parcelas anuais do seu Saque-Aniversário FGTS
Antecipar
Destrave seu dinheiro preso no FGTS
Com a Antecipação do Saque-Aniversário
Destrave agora
Destrave seu dinheiro preso no FGTS
Com a Antecipação do Saque-Aniversário
Destrave agora
e receba dinheiro em até 1h na sua conta!
Antecipe seu saldo do FGTS na meutudo
Antecipe agora
Antecipe seu saldo do FGTS na meutudo
e receba dinheiro em até 1h na sua conta!
Antecipe agora
Troque seu consignado por taxas até 30% mais baixas
Simular Portabilidade
Troque seu consignado por taxas até 30% mais baixas
Simular Portabilidade
Troque seu consignado e receba um troco direto na conta
Simular Portabilidade
Troque seu consignado
e receba um troco direto na conta
Simular Portabilidade
Está sem margem e precisa de dinheiro? Faça já portabilidade do seu consignado
Simular Portabilidade
Está sem margem e precisa de dinheiro? Faça já portabilidade do seu consignado
Simular Portabilidade
Contrate Agora
Empréstimo consignado sem burocracia e sem sair de casa
Contrate Agora
Empréstimo consignado sem burocracia e sem sair de casa!
Contrate Agora
Quite suas dívidas com o melhor consignado do Brasil
Simular agora
Quite suas dívidas com o melhor consignado do Brasil
Simular Agora
Contrate Agora
Dinheiro na sua conta em até 1 dia útil
só no empréstimo consignado da meutudo.
Dinheiro
na sua conta
em até 1 dia útil
só no empréstimo consignado da meutudo.
Contrate Agora
Reduza agora em até 30% o valor das parcelas do seu consignado
Fazer Portabilidade
Reduza agora em até 30%
o valor das parcelas
do seu consignado
Fazer Portabilidade
Decole com as taxas de juros
mais baixas do Brasil
Simular agora
Decole com as taxas de juros mais baixas do Brasil!
Simular agora
Economize no seu consignado e tenha
mais dinheiro na hora que precisar
Cadastrar agora
Economize no seu consignado e tenha
mais dinheiro na hora que precisar
Cadastrar agora
Receba conteúdo em
primeira mão toda semana!
Cadastre-se tenha as novidades no seu e-mail.
Quero receber
Receba conteúdo em
primeira mão toda semana!
Cadastre-se tenha as novidades no seu e-mail.
Quero receber