Depois de trabalhar a vida inteira, você merece aquele descanso. O problema é que o salário não é suficiente para quitar uma dívida, reformar a casa, custear remédios ou simplesmente viajar para todos aqueles lugares que sempre quis.

Visto isso, o empréstimo consignado é uma alternativa simples e fácil para a solução desses problemas, pois além de ser uma das linhas de crédito mais baratas do país, não possui restrição cadastral e necessidade de garantias.

Preparamos um material com todas as informações sobre empréstimos para aposentados, com o passo a passo para fazer a solicitação de forma rápida e prática.

O que são empréstimos para aposentados?

No empréstimo consignado você recebe a quantia à vista e tem um prazo para quitar o valor. Para a liberação do dinheiro, a instituição financeira recebe uma remuneração, que são os juros. Eles seguem alguns índices básicos, mas são decididos internamente e podem ser mais baixos ou altos, dependendo do cliente e do momento da economia do país. Vale lembrar que a modalidade do empréstimo também influencia nesse percentual.

empréstimo consignado tem uma característica diferente, porque é vinculado ao INSS, que é de onde vem o salário do aposentado. Quando você solicita o valor, libera o desconto diretamente na folha de pagamento e, com isso, seus rendimentos diminuem até o financiamento acabar.

Como se diferencia dos outros tipos de empréstimos?

No empréstimo consignado para aposentados do INSS, existe a diferença importante de estabilidade. Quando a pessoa para de trabalhar e recebe o benefício por tempo de contribuição ou idade, ela terá acesso ao valor mensalmente até o fim da sua vida.

A situação é diferente de um servidor privado que fizer o consignado. No meio de uma crise, ele pode ser demitido e o desconto na folha não será mais possível. Nesse sentido, o risco da instituição financeira não receber o valor é maior.

Outra diferença importante é que o banco pode limitar o valor concedido por idade. Pela legislação, o limite de idade é de 79 anos, 11 meses e 29 dias, porém é possível utilizar faixas mais baixas. Poucas instituições liberam para idades mais avançadas.

A explicação é que, em caso de morte, o contrato de empréstimo é extinto — a obrigação não passa para os filhos (mesmo se houver pensão). Essa regra está descrita na Instrução Normativa nº 39/2009, com a explicação de que ela é associada ao benefício da aposentadoria.

Como esse tipo de empréstimo funciona?

As condições do empréstimo consignado são mais vantajosas e, a partir disso, o aposentado que decidiu pegar o dinheiro deve optar por essa modalidade. Nesse caso, é preciso entrar em contato com o banco e fazer a solicitação, que pode ser online. As condições variam em cada instituição.

Pela Lei Nº 10.820/2003, os empréstimos para aposentados do INSS devem ser consignados. Essa é uma forma de eliminar a análise de crédito e disponibilizar o dinheiro mesmo para aqueles que estão na lista de negativados do SPC e Serasa — a regra diminui a burocracia da operação.

O limite de empréstimos consignados simultâneos para os beneficiários do INSS são nove contratos, mas eles precisam respeitar a margem consignável de 30%. Se você ganha R$1.500,00 de aposentadoria e tem um empréstimo de R$300,00, por exemplo, as outras parcelas não devem superar os R$150,00 (o máximo é R$450,00).

Da mesma forma que o trabalhador é descontado todos os meses, como a contribuição sindical e a contribuição previdenciária, o aposentado tem o valor das parcelas retido diretamente na fonte. Dessa forma, no exemplo anterior, ele só receberá R$1.200,00 até quitar todas as pendências.

Quais as especificidades do empréstimo para aposentados?

Se você é um aposentado e quer pegar um empréstimo, existem regras específicas. Separamos todas as informações em tópicos, com a diferenciação entre o crédito pessoal e o crédito consignado. Assim, é mais fácil encontrar a melhor oportunidade para as suas necessidades. Confira!

Formas de pagamento

No empréstimo pessoal, o cliente combina com a instituição a forma de pagamento. Em geral, pode ser realizado por débito automático na conta-corrente, boleto ou cheque nominal. Nas duas últimas opções, o beneficiado deve lembrar de fazer o pagamento mensalmente para não ficar inadimplente.

empréstimo consignado é mais prático, porque o valor é descontado diretamente na folha de pagamento do aposentado. Dessa forma, ele não precisa se preocupar com o pagamento, porque ele é realizado automaticamente. A dica é se planejar para viver com esse salário mais baixo.

Valor de juros

A taxa de juros é influenciada por diversos fatores. O risco de crédito é a possibilidade de a instituição financeira não receber o valor acordado — ele é maior no empréstimo pessoal. Por isso, os juros variam e podem ultrapassar os 10% ao mês, dependendo da capacidade de pagamento do cliente.

No empréstimo consignado do INSS, o Governo Federal fixou uma taxa máxima de 2,08% ao mês e 3% para o cartão de crédito consignado. As financeiras são obrigadas a informar ao Banco Central a média mensal e anual dos juros praticados, que muitas vezes são menores que 2%.

Valor de empréstimo

As instituições financeiras levam em conta, principalmente, a sua renda e o seu score de crédito para definir o valor do empréstimo. É possível que elas tenham parâmetros internos para definir o quanto será concedido, mas têm a liberdade para aprovar ou recusar seu pedido.

A lei que rege o crédito consignado define que um beneficiário não pode comprometer mais do que 30% da sua renda bruta com o valor da parcela. Existe a possibilidade de expandir para 35%, mas esse adicional deve ser direcionado ao cartão de crédito consignado.

Prazo para pagamento

O prazo mínimo e máximo de pagamento do crédito pessoal depende do seu cadastro no banco. Políticas internas definem em quanto tempo você pode pagar, mas a média é que essas operações sejam finalizadas em 48 meses (4 anos), com o mínimo de 6 ou 12 meses.

No crédito consignado para aposentados e pensionistas, o prazo máximo definido por lei é 72 meses (6 anos). Em geral, é possível pagar em 12 ou 24 meses, mas as parcelas são maiores. A partir dos 80 anos, as condições do empréstimo são piores (valor e prazo menores).

Empréstimo para negativados

Existem bancos que oferecem empréstimo pessoal para negativados, mas eles costumam ter taxas exorbitantes. Essa é uma forma de aumentar a segurança sobre o dinheiro, mas que complica a operação. Também é de praxe pedir um número maior de garantias, como um terceiro que se comprometa a pagar pela inadimplência.

Já o consignado é descontado diretamente da folha de pagamento do INSS: as instituições podem oferecer o dinheiro, desde que respeitem a regra dos 30%. No caso dos aposentados, a segurança da operação é maior porque sua renda não está atrelada ao emprego (não há risco de demissão).

Portabilidade

Assim como ocorre nas companhias telefônicas, em que você pode assinar um plano na concorrência e manter o seu número, também é possível “trocar” a dívida de instituição. Essa é uma operação comum para encontrar condições melhores, principalmente em épocas de queda de juros.

Nesse processo, o aposentado entra em contato com a nova instituição, negocia as condições e pede a portabilidade. Um novo contrato é formulado e a pendência antiga deixa de existir (é quitada pelo novo parceiro), sendo substituída por essas novas parcelas. É necessário ter uma parte do financiamento antigo quitado para pedir a portabilidade.

Como solicitar empréstimos para aposentados?

Para fazer um empréstimo pessoal não é necessário ser correntista para receber o dinheiro, mas é comum optar pelo local em que tem conta, já que todas as informações estão disponíveis.

No empréstimo consignado, é necessário que a instituição tenha convênio com a Previdência Social. Muitas pessoas acreditam que somente a Caixa Econômica Federal pode conceder o benefício, mas essa é uma informação incorreta. Mais de 30 bancos oferecem essa modalidade para os interessados.

Os documentos necessários para fazer o consignado são RG, CPF, comprovante de residência e um comprovante de renda, que é o benefício do INSS.

Depois de aprovado, segue-se uma tramitação que leva alguns dias até o dinheiro ficar disponível na sua conta e as parcelas começarem a ser descontadas do salário no mês seguinte.

Quais as novas regras do INSS?

Instrução Normativa nº 100, que entrou em vigor em 31 de março de 2019, mudou algumas regras no INSS, com o objetivo de combater fraudes e aumentar o controle dos empréstimos. A partir de agora, as instituições só podem disponibilizar o dinheiro para novos beneficiários depois de seis meses.

Esse prazo é contado a partir da Data de Despacho do Benefício (DDQ). Para negociar um tempo menor, o interessado no empréstimo consignado precisa procurar a instituição para desbloquear a operação. Porém, deve-se respeitar os 90 dias de carência previstos na regra.

Uma alteração que beneficia o consumidor está na concessão do cartão de crédito consignado. Para aumentar a transparência nos encargos do rotativo, o banco precisa emitir um Termo de Consentimento Esclarecido (TCE), que seja claro quanto às taxas dos atrasos no pagamento da fatura.

Apesar dessas mudanças, a taxa máxima mensal do consignado (2,08%) e a margem consignável (35% da renda bruta líquida) não sofreram alterações. O objetivo é que o cliente não tenha problemas na operação e seja mais consciente na hora de solicitar o crédito, justamente para não se endividar.

Como uma boa empresa pode ajudar com esse tipo de empréstimo?

Quando o aposentado procura somente a instituição financeira que tem conta-corrente aberta, ele se submete às regras vigentes. Caso sua análise de crédito não seja positiva, por exemplo, existe a possibilidade de os juros serem astronômicos ou até de o dinheiro não ser liberado.

Porém, com o desenvolvimento de novas tecnologias, o acesso a crédito mais barato no Brasil é uma realidade. As finntechs são empresas de tecnologia que atuam no mercado financeiro e se diferenciam pela sua eficiência, ou seja, oferecem serviços digitais baratos e práticos.

Com a concorrência no setor, os bancos precisam se mexer para conquistar novos clientes e não perder os antigos. Por isso, as condições de empréstimo para aposentados melhoram. Porém, como encontrar essas oportunidades? A dica é procurar plataformas que juntem as ofertas e definam as mais interessante.

MEU TUDO é uma plataforma 100% digital, e você pode contratar o seu empréstimo consignado pelo nosso Site ou APP. Nosso foco é gerar uma nova experiência para você, que poderá simular, comparar e escolher o melhor produto dentre 9 bancos com transparência, segurança e taxas de juros mais baixas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *