Débitos em atraso? Entenda como fazer a negociação de dívidas!

Contas em atraso? utilize a negociação de dívidas

No momento de crise, é importante tentar diminuir ao máximo gastos e despesas a fim de evitar o endividamento. No entanto, para pessoas que já possuem nome sujo, uma saída é a negociação de dívidas para abatimento de valores.

Estabelecer uma relação de negociação pode ser complicado caso não haja preparo. Portanto, esteja atento às dicas e entenda como negociar dívidas ou contas neste momento de crise econômica. 

Iniciando o processo de negociação de dívidas

Um dos principais pilares da negociação é a pesquisa de mercado, ferramenta essencial para saber se há opções mais rentáveis para confrontar o serviço desejado. Realizando esse procedimento, você estará no caminho para abater valores em suas contas.

No entanto, é necessário entender qual o seu objetivo antes de confrontar ou argumentar com a empresa ou fornecedor, visto que você não deve transparecer insegurança ou dúvida sobre sua opinião. Dessa forma, faça uma reflexão e trace seus objetivos para ter ainda mais certeza sobre como discutir.

Você quer reduzir o valor, ou quer apenas pausar a cobrança para voltar a pagar lá na frente? Qual o valor do desconto desejado? O que vai fazer se não conseguir o valor desejado? Essas são perguntas que podem auxiliar bastante o processo de negociação. 

Segundo passo: o valor do desconto

Após definir seu objetivo e entender onde você quer chegar, vem o momento de agilizar a negociação e oferecer uma proposta. A proposta, por sua vez, sempre tem que ser acima do que você deseja, por isso é importante já definir o valor desejado do seu desconto antes de conversar com o vendedor.

Portanto, ofereça uma proposta um pouco acima do que você realmente almeja, para que a contraproposta possa estar na faixa desejada. Além disso, alguns especialistas recomendam propor números mais específicos ao invés de números fechados, como 23% ao invés de 20%, por exemplo.

Outros pontos que podem auxiliar são o oferecimento de intervalo de valores (entre x% e y%), e acordar um tempo pré-datado do desconto, dentro da margem de 3 a 6 meses. 

Ferramentas de persuasão: o contexto

Contextualizar a situação enumerando os acontecimentos que o levaram a pedir o desconto também pode ser uma alternativa. Sempre é interessante explicar o motivo de estar solicitando tal negociação, já que para o vendedor as negociações podem ser feitas apenas em casos específicos.

Portanto, converse com calma e explique sua situação para que a proposta pareça mais viável a quem está ouvindo. Ressaltar seu comprometimento com o local neste momento delicado e contar com a compreensão dele também pode ser um recurso utilizado.

Além disso, é importante saber que esse tipo de comunicação deve ser feito de maneira mais direta possível, sem deixar de lado a calma e a transparência. Então, opte por um e-mail ou mensagem para estabelecer o primeiro contato. Caso haja alguma resistência ou falta de retorno, faça uma ligação para entender como prosseguir. Com calma e respeitando todas as etapas, você poderá obter ainda mais sucesso no processo de negociação de dívidas.

Refinanciando seu empréstimo consignado

Você também pode economizar com o seu empréstimo consignado. Fazendo uma portabilidade ou refinanciamento reduzindo a taxa de juros e ainda receber um troco. Com o MEU TUDO beneficiários do INSS e servidores públicos ativos e inativos podem fazer todo o processo de contratação e acompanhamento da sua proposta pelo site ou aplicativo.

Com total segurança e transparência em menos de 10 minutos, você renegocia com taxas 30% mais baixas do que as encontradas no mercado e acompanhar a sua proposta até o pagamento em sua conta corrente.  

 

Simule, compare
e comprove.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *