Primeiramente, amortizar o financiamento imobiliário significa reduzir totalmente ou parcialmente a dívida. Como por exemplo, em casos que o devedor recebe dinheiro extra ou deseja utilizar o FGTS para diminuir a dívida. É um direito garantido por lei e os bancos não podem se negar a realizar a operação.

Existem duas modalidades para amortizar sua dívida em caso de financiamento, são elas:

A melhor opção, quando se tem a possibilidade de escolher, é a de taxas variáveis pela Tabela SAC. No final do financiamento o valor total pago é menor do que no sistema de parcela fixa. 

Para fazer isso, procure o banco e solicite a amortização. Para utilizar contas vinculados ao FGTS, é obrigatório que o contrato tenha sido firmado no âmbito do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), e se o FGTS já foi usado anteriormente, é necessário que se espere no mínimo dois anos para fazer um novo resgate. Na amortização, o valor dos juros é menor, pois parte da dívida já foi paga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *