iof

IOF: como ele pode afetar o seu empréstimo consignado?

Além das melhores taxas, a melhor experiência até o dinheiro na conta!

Na hora de realizar um empréstimo consignado, é importante considerar o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Pensando nisso, vamos explicar para vocês um pouco sobre a taxa e como ela influencia no valor final que você vai receber . Vamos conferir?

O que é IOF?

Trata-se de um tributo cobrado em todas as operações que envolvem crédito: empréstimos pessoais ou consignados, câmbio, seguro, compras com cartão de crédito, financiamentos, dentre outros. A taxa é nacional e é cobrada tanto de Pessoas Físicas como Jurídicas, para que o governo regule a economia e arrecade fundos.

Como é calculado o IOF sobre os empréstimos?

Em relação aos empréstimos, o IOF incide sobre as parcelas mensais. O percentual cobrado para essas operações de crédito é de 0,38% + uma alíquota diária, que pode variar de acordo com a modalidade do empréstimo.

É importante você saber que:

  • A alíquota do imposto não incide sobre os juros do empréstimo, mas sobre o valor da operação.
  • Ele não é inserido sobre as parcelas já pagas.
  • Para operações de crédito, o imposto é de 3% ao ano, percentual que é calculado na hora que o empréstimo é liberado.
Consignado na meutudo. tem a menor taxa e mais dinheiro!

Relação entre CET e IOF

Outro ponto que você deve considerar na hora de realizar o seu empréstimo é o Custo Efetivo Total (CET). Este é o valor final do seu crédito depois de adicionados todos os encargos, tarifas, taxas de juros e demais despesas. Embora os valores pareçam pequenos quando inseridos no CET, é importante entender o que você está pagando e também comparar o preço final antes de contratar.

E então, conseguiu entender melhor o IOF? Excepcionalmente neste período de pandemia, o tributo não está sendo cobrado sobre os empréstimos consignados. Aproveite essa chance e conte com o MEU TUDO, que tem as taxas de juros mais baratas do mercado, atendimento humanizado e um processo 100% digital.

Portabilidade com taxas de 1,35%? É na meutudo.